JÚLIO CESAR
O DEPUTADO DO NORDESTE
Em defesa do Municipalismo

Ministros garantem a revitalização das instituições do desenvolvimento do Nordeste

Júlio César, coordenou uma reunião com todos os presidentes das federações do Nordeste com três ministérios para apresentar as demandas do setor agropecuário e para o desenvolvimento do Nordeste

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Piauí (Faepi), deputado federal Júlio César, coordenou uma reunião com todos os presidentes das federações do Nordeste com três ministérios para apresentar as demandas do setor agropecuário e para o desenvolvimento do Nordeste. O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, também participou juntamente como a ministra da Agricultura, Tereza Cristina; com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e o secretário especial de Relações Institucionais do Ministério da Economia, Esteves Colgano Júnior.
Júlio César destacou que devem ser promovidas ações para a redução das desigualdades regionais, de fomento à produção e, principalmente, ao agronegócio, que é um dos principais itens do PIB nacional. Ele e os demais federados tiveram uma garantia que as instituições de desenvolvimento do Nordeste devem ser revitalizadas para explorar melhor o potencial da região. O deputado além de pedir a negociação das dividas dos produtores rurais, pediu mais crédito para a produção no Nordeste. 
O parlamentar destacou o Plano Safra que vai atender a pequenos e médios produtores, para tentar deslanchar a cadeia produtiva. O plano ainda prevê o fomento à assistência técnica, e ampliação do crédito para o setor. Júlio César insistiu nas ações para incentivar a produção, desenvolver o agronegócio e reduzir cotas e tarifas para exportação para fazer crescer o setor.
“As instituições como a Sudene, Dnocs, Codevasf, Banco do Nordeste dentre outras são fundamentais para o desenvolvimento do potencial do Nordeste. Essas instituições devem ser revitalizadas e com ações voltadas para quem está produzindo”, destacou o Júlio César. 
O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, ressaltou a atuação do deputado Júlio César na coordenação da bancada do Nordeste e na Agricultura. “Ele tem sido um articulador essencial nesse processo para fortalecer esse discurso das ações pró-ativas e produtivas. E em buscar soluções alternativas para melhoria na produção, se adaptando mesmo nas regiões mais difíceis como a Semiárida”.
O ministro falou da reconstrução e a refundação das instituições de desenvolvimento do Nordeste, citando inclusive os perímetros irrigados que são modelos para isso como os Platôs de Guadalupe e os Tabuleiros Litorâneos, que mudaram a realidade da região através da produção de frutas.
“O Nordeste tem que ter tratamento diferenciado porque é diferente. Mas o problema não é só colocar recursos. Essas instituições foram criadas há muito tempo e hoje temos outra realidade. Temos que reinventá-las”, afirmou o presidente da CNA, João Martins, destacando ainda a relevância do programa AgroNordeste para o apoio e crescimento da região. 
A ministra Tereza Cristina garantiu que as ações deverão deslanchar no segundo semestre desse ano. Para isso, é preciso incentivar o plano de irrigação, ampliar a oferta de crédito e facilitar o acesso aos fundos de desenvolvimento. “Eu vejo o Nordeste como um grande desafio, mas também com um potencial enorme e inexplorado. Pela localização que tem e pela importância que representará para o Brasil no fornecimento de alimentos para o mundo. Precisamos focar, ver quais são as demandas mais urgentes junto às Federações e ter um trabalho dirigido”, disse a ministra.
Para Júlio César Lima, o comprometimento dos ministros com as causas nordestinas dá esperança ao agricultor, que tem uma instabilidade climática e precisa de uma condição diferenciada por isso. Nesta semana, o deputado e a ministra Tereza Cristina vão se reunir com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para tratar da prorrogação da lei de renegociação das dívidas dos produtores da região.
O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, concorda com a necessidade de modernização da estrutura e atuação dos órgãos. Ele ressaltou a importância da elaboração de projetos de qualidade para a obtenção dos recursos disponíveis.

Tecnologia do Google TradutorTradutor